Clube Optimus Vinhos Forum Index Clube Optimus Vinhos
Um sonho, nos nossos sentidos
 
 FAQFAQ   SearchSearch   MemberlistMemberlist   UsergroupsUsergroups   RegisterRegister 
 ProfileProfile   Log in to check your private messagesLog in to check your private messages   Log inLog in 

Aurius 2002
Goto page 1, 2, 3  Next
 
This forum is locked: you cannot post, reply to, or edit topics.   This topic is locked: you cannot edit posts or make replies.    Clube Optimus Vinhos Forum Index -> O Néctar
View previous topic :: View next topic  
Author Message
Miguel



Joined: 28 Apr 2006
Posts: 305
Location: Sintra

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 6:52 am    Post subject: Aurius 2002 Reply with quote

Pois é, este vinho já está no mercado.
Só estranhei o preço do mesmo, a rondar os 30€. O 2001 não custava 40/45€?
Um ajustamento de preço no mercado actual?
Back to top
View user's profile Send private message Visit poster's website MSN Messenger
Frexou



Joined: 01 Apr 2006
Posts: 686
Location: Porto

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 8:01 am    Post subject: Reply with quote

Não estou dentro dos preços, mas talvez será por ser de 2002?

Esse ano de colheita não foi assim tão bom como os outros, pra grande parte dos produtores...

É só um hipótese!
_________________
Até à última gota...
http://vinhodacasa.blogspot.com
Back to top
View user's profile Send private message Send e-mail Visit poster's website MSN Messenger
goncas



Joined: 28 Apr 2006
Posts: 323
Location: Carcavelos

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 11:06 am    Post subject: Re: Aurius 2002 Reply with quote

Viva

Miguel wrote:
Só estranhei o preço do mesmo, a rondar os 30€. O 2001 não custava 40/45€?


...Já eu estranhei o preço do 2001 Shocked

Não sei se é um ajustamento do preço ao mercado actual!! As novidades
Madrigal e "Vindima 7 de Outubro" chegaram ao mercado com preços PVP "pouco simpáticos". Rolling Eyes
_________________
Saudações enófilas

Nuno Gonçalves
Back to top
View user's profile Send private message
Alentejano



Joined: 26 Apr 2006
Posts: 1361
Location: Vila Viçosa, Alentejo

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 4:47 pm    Post subject: Reply with quote

Atenção que o Aurius 2001 não saiu a esse preço, no Clube 1500 rondava os 25€ a garrafa e não acho assim muito longe dos 30€ que agora pedem pelo novo 2002.

Caro Frexou se um produtor tiver de mudar o preço conforme a qualidade da colheita estava isto bonito Laughing
Os preços não se fazem à saida da adegas mas depois...
_________________
Alentejo uma paixão.
http://copod3.blogspot.com/
Back to top
View user's profile Send private message Send e-mail Visit poster's website MSN Messenger
FBS



Joined: 01 Jun 2006
Posts: 10

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 5:25 pm    Post subject: Reply with quote

Caríssimos,

Registei-me finalmente neste novo fórum do COV, a quem desde já felicito pela continuidade e persistência deste espaço!

Quanto ao assunto em causa, o PVP de prateleira recomendado (margens e IVA incluído) para o Aurius 2002 é de 39,50 €. Aliás, este era também o PVP do 2001, que portanto não foi alterado duma colheita para a outra. No entanto, este vinho está no mercado desde o fim de 2005...

A colheita de 2002 na Quinta do Monte d'Oiro não foi, felizmente, e ao contrário da grande maioria do país, uma má colheita. O rendimento de produção é que foi muito baixo porque, como esperámos pelo fim das chuvas para vindimar, a selecção dos cachos à porta da adega teve de ser muito mais exigente que o normal (uma grande parte das uvas vinha podre e estragada). Não foi com certeza o melhor ano de sempre, mas considerámos ter qualidade suficiente para 2 vinhos ostentarem a marca "QMdO":
- o Aurius, por ser uma assemblage de várias castas e, portanto, conseguir-se um equilíbrio e "abafamento" de eventuais defeitos que não é tão fácil num monocasta;
- o Vinha da Nora, que foi produzido com uvas de parcelas que foram tratadas com cuidados (podas, etc) próprios de QMdOReserva (que optámos por não produzir em 2002).

Comparando com o 2001, o Aurius 2002 é talvez menos delicado, embora na minha opinião mantenha uma harmonia e complexidade de aromas muito interessante. É, sem dúvida, um vinho mais vigoroso que o seu irmão mais velho.

Já agora, aproveito para elencar os PVPs médios (prateleira) dos nossos vinhos, julgo que será interessante:
Quinta do Monte d'Oiro Reserva - 36 €
Vindima de 7 de Outubro 2003 - 29,50 €
Têmpera - 24,70 €
Madrigal - 18,50 €
Vinha da Nora - 16 €
Clarete 2004 - 7 €

É muito dinheiro? É. Vale a pena? Eu acho que sim! Mas os consumidores é que têm de avaliar se estão dispostos a pagar estes valores por uma garrafa de vinho... (o que está em causa é a relação prazer/preço e não tanto a subjectiva qualidade/preço) É caro? Não! Mais barato não é possível fazer com estas castas, estes rendimentos, estas barricas, etc (e atenção que os preços a que estes vinhos saiem da Quinta são bastante inferiores...). Por isso, desde que o mercado permita, continuaremos a trabalhar com o mesmo empenho e dedicação para apresentar vinhos que nos dêem gozo elaborar e que proporcionem prazer aos consumidores que nos escolherem!

Boas provas!

Francisco Bento dos Santos
Back to top
View user's profile Send private message Visit poster's website
Alentejano



Joined: 26 Apr 2006
Posts: 1361
Location: Vila Viçosa, Alentejo

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 5:43 pm    Post subject: Reply with quote

Assusta lá a gente e diz os preços de saida da adega Laughing

E já agora que novidades nos esperam ? Novos vinhos ?
_________________
Alentejo uma paixão.
http://copod3.blogspot.com/
Back to top
View user's profile Send private message Send e-mail Visit poster's website MSN Messenger
Paulo Rodrigues



Joined: 30 Apr 2006
Posts: 156
Location: Estoril

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 7:59 pm    Post subject: Reply with quote

FBS wrote:


Já agora, aproveito para elencar os PVPs médios (prateleira) dos nossos vinhos, julgo que será interessante:
Quinta do Monte d'Oiro Reserva - 36 €
Vindima de 7 de Outubro 2003 - 29,50 €
Têmpera - 24,70 €
Madrigal - 18,50 €
Vinha da Nora - 16 €
Clarete 2004 - 7 €

Boas provas!

Francisco Bento dos Santos


Eu vou levar o post do Francisco, para mostrar no El Corte Inglês, quando me voltarem a dizer que os preços deles são os mesmos que nas outras garrafeiras.
Back to top
View user's profile Send private message
Paulo Rodrigues



Joined: 30 Apr 2006
Posts: 156
Location: Estoril

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 8:11 pm    Post subject: Reply with quote

Alentejano wrote:


Caro Frexou se um produtor tiver de mudar o preço conforme a qualidade da colheita estava isto bonito Laughing
Os preços não se fazem à saida da adegas mas depois...


Principalmente depois das notas dos críticos.

Vejam os casos recentes do Chateu Lafite ( preços vinho e coisas ).

Chateau Lafite 2001 - 185 euros
Cheteau Lafite 2000 - 481 euros ( 100 pontos/Parker e Wine Spectator )

Agora, como o vinho muitas vezes é pontuado antes de sair para o mercado, não sei se o preço é logo inflacionado no produtor Question

Alguém sabe. Luis Ferreira ?
Back to top
View user's profile Send private message
mlpaiva



Joined: 27 Apr 2006
Posts: 221
Location: where the streets have no name ;-)

PostPosted: Thu Jun 01, 2006 9:41 pm    Post subject: Reply with quote

Caro Francisco,

Aqui em casa, nem faço ideia dos preços a que o distribuidor oficial da QdMO factura a minha loja.

Mas, no caso do Vindima de 7 de Outubro, sei que o único acesso que tive foi aos kits de 2 garrafas + 1 livro e que não posso deixar de sorrir com o pvp médio de 29,50€ por garrafa...
E as contas são fáceis de fazer: o livro está à venda na Fnac por 19,80€. Considerando o pvp de 1 livro (19,80€) + 2 garrafas (29,50€ cada), o kit deveria ser vendido a 78,80€. Deixo à sua imaginação o preço a que o seu distribuidor oficial vendeu cada conjunto de 6 garrafas +3 livros.

abc,

Luís Paiva
_________________
Luís Paiva
Back to top
View user's profile Send private message Send e-mail Visit poster's website
Jorge Sousa



Joined: 27 Apr 2006
Posts: 50

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 12:11 am    Post subject: Reply with quote

Pela parte que me toca, penso que é de enaltecer a participação do FBS na divulgação de algumas informações sobre os vinhos da Qtª M.O.

No entanto quando afirma:
FBS wrote:
... Mas os consumidores é que têm de avaliar se estão dispostos a pagar estes valores por uma garrafa de vinho... (o que está em causa é a relação prazer/preço e não tanto a subjectiva qualidade/preço)

Sem dúvida que é verdade. No entanto, creio que, em última análise, é tão subjectiva uma avaliação pessoal da relação qualidade/preço, como uma do prazer/preço.

FBS wrote:
... É caro? Não! Mais barato não é possível fazer com estas castas, estes rendimentos, estas barricas, etc (e atenção que os preços a que estes vinhos saiem da Quinta são bastante inferiores...).

Pena é que pelos vistos a distribuição recolha grande parte dos proveitos do esforço e dedicação de quem realmente produz.
Não sei se é um mal necessário...o que sei é que está errado!
Back to top
View user's profile Send private message
FBS



Joined: 01 Jun 2006
Posts: 10

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 12:43 am    Post subject: Reply with quote

Eu sabia que isto ia aquecer...

Estou a brincar, claro, mas tenho noção que a questão dos preços é sempre um tema polémico. Para qualquer das partes envolvidas! (produtores, distribuidores, armazenistas, revendedores, rerererererevendedores, garrafeiras, restaurantes e consumidor final)

Bom, tentando responder aos vários posts que se seguiram:


Alentejano:
Quote:
Assusta lá a gente e diz os preços de saida da adega
Isso não posso, mas não chega a metade...


Paulo Rodrigues:
Quote:
Eu vou levar o post do Francisco, para mostrar no El Corte Inglês, quando me voltarem a dizer que os preços deles são os mesmos que nas outras garrafeiras.
Não precisa imprimir o meu post Paulo! Estes são os preços que constam nas nossas fichas de vinhos, as quais são oficiais, conhecidas, disponibilizadas à imprensa ou a quem mais solicitar, etc. De qualquer modo, estranho esse argumento pois sempre ouvi que os preços do ECI são declaradamente mais altos que na concorrência - e não necessariamente só em vinhos. A justificação parece que se prende com as margens standardizadas do grupo (definidas em Espanha), com o suposto atendimento/serviço ao cliente de elevada qualidade, etc, etc.


Caro Luís,
Como sabe, nesta "guerra" há culpados em todas as famílias... Há os produtores que aumentam preços, como há os distribuidores que não fazem os descontos supostos, como os pontos de venda que carregam nas margens.
Os PVPs que eu dei são os que valem para nós na Quinta, significando não só o preço que consideramos justo no mercado face ao seu custo como também a aplicação de margens+imposto sobre o preço a que os vinhos saiem da Quinta para o distribuidor. Ou seja, pela nossa parte (pelos preços que praticamos e pelas condições acordadas com o distribuidor) sabemos que é possível praticar os PVPs recomendados. A partir daí, nem sempre o distribuidor está isento como outras vezes são os pontos de venda responsáveis pelo aumento face ao PVP recomendado.
O que nós tentamos constantemente é detectar qualquer situação mais irregular e encetar esforços para que a mesma seja corrigida (no nosso próprio interesse, é certo, pois é a imagem da empresa que está em causa, embora na verdade poderíamos simplesmente zelar pela nossa relação comercial directa com o distribuidor - que no fundo é o nosso "único" cliente - e virar as costas ao mercado). Por isso, peço-lhe que sempre que surjam eventuais "queixas", nos reporte para que possamos intervir junto do distribuidor no sentido de desbloquear quaisquer problemas.
De qualquer modo, julgo importante referir que, apesar de algumas situações menos boas, a maioria do feed-back que nos chega do distribuidor é bastante positivo, o que só nos deixa contentes. Mas repito que temos noção que nem tudo corre bem e que só tomando conhecimento dos problemas é que nos permite actuar para tentar melhorar!
Concretamente em relação ao Vindima7Out, de facto toda a produção (com excepção de cerca de 15-20 caixas para restauração) foi comercializada no "kit" 2gfs+1livro. Como lhe expliquei a si e ao Jorge Saraiva no Encontro com o Vinho e Sabores, esta proporção resultou dum compromisso que tivemos de assumir com o editor do livro de garantir o escoamento de parte da tiragem. Vamos a contas:
PVP recomendado vinho - 29,50
Preço capa livro - 22,00 (na FNAC sempre 10% abaixo do preço do editor)
"kit 2+1" - 81,00
caixa 6 gfs + 3 livros - 243,00
Como eu não tenho grande imaginação, diga-me lá (em privado...) a quanto comprou cada conjunto para se for caso disso puxar as orelhas ao distribuidor. Wink
Back to top
View user's profile Send private message Visit poster's website
jms



Joined: 29 Apr 2006
Posts: 241
Location: Maia

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 9:30 am    Post subject: Reply with quote

Olá Francisco! Como vai isso? Um abraço para si.

Ando há uns tempos para falar consigo e vou mesmo fazê-lo por um destes dias. É que, e um pouco em seguimento ao que já escreveu o Luís Paiva, é bom que o produtor se preocupe com o PVP dos seus produtos, é muito útil e importante mesmo.
Mas atenção à política ou falta dela do distribuidor ( que eu saiba a QMd'O) só tem um, atenção a eventuais "reorganizações" com factura (de serviços não prestados) remetida para os retalhistas.

O assunto é mesmo sério!
Back to top
View user's profile Send private message Send e-mail Visit poster's website
Rui Miguel



Joined: 26 Apr 2006
Posts: 977
Location: Dão, Douro, Alcochete

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 9:38 am    Post subject: Reply with quote

jms wrote:
(...) É que, e um pouco em seguimento ao que já escreveu o Luís Paiva, é bom que o produtor se preocupe com o PVP dos seus produtos, é muito útil e importante mesmo.
Mas atenção à política ou falta dela do distribuidor ( que eu saiba a QMd'O) só tem um, atenção a eventuais "reorganizações" com factura (de serviços não prestados) remetida para os retalhistas.
O assunto é mesmo sério!


O que diz o jms é de facto muito sério e eu como consumidor, aquele que paga o preço final, a questão torna-se ainda mais séria. Rolling Eyes

Com agrado vejo mais uma vez a presença do FBS no fórum. Very Happy
_________________
Sem problemas, sem stress. Sempre Cool
http://pingasnocopo.blogspot.com
Back to top
View user's profile Send private message Visit poster's website MSN Messenger
goncas



Joined: 28 Apr 2006
Posts: 323
Location: Carcavelos

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 9:45 am    Post subject: Reply with quote

Caro FBS,

Como enófilo e consumidor final agradeço os esclarecimentos e felicito a sua frontalidade.

Quote:
O que nós tentamos constantemente é detectar qualquer situação mais irregular e encetar esforços para que a mesma seja corrigida (no nosso próprio interesse, é certo, pois é a imagem da empresa que está em causa, embora na verdade poderíamos simplesmente zelar pela nossa relação comercial directa com o distribuidor - que no fundo é o nosso "único" cliente - e virar as costas ao mercado).


Louvo a atenção para detectar situações irregulares, mas permita-me discordar da afirmação a "bold" (ainda que tenha interpretado o "único" como "mais importante" cliente).

Para além de outras acções de marketing, "a imagem da empresa", é principalmente transmitida ao cliente final pelo ponto de venda e respectivo PVP "real".que não deverá ser um factor minimizado pelo produtor, para não “virar as costas ao mercado”

Existem suficientes exemplos de vinhos que foram lançados no mercado com um determinado preço e depois de anos passados na prateleira e armazém, são vendidos a preço de saldo. Será isto bom para a imagem de um produtor?
É bom para a imagem de um produtor quando encontramos o mesmo produto com variações de 30%, 40%, em pontos de venda semelhantes (oferecem o mesmo tipo de serviço) ?

Penso que este tipo de situações prejudica bastante a imagem de qualquer empresa junto do cliente final e necessariamente os produtores devem ter em atenção o PVP real.

Neste sentido, e apenas com o objectivo de informar algumas incongruências entre o PVP recomendado e o real, adianto um pequeno contributo como cliente final:

Quinta do Monte d'Oiro Reserva - 36 €. Na grande Lisboa e aproximado a este preço, só no Feira Nova e Carrefour, e penso que nestes casos é venda directa produtor -hiper. Nos outros pontes de venda está normalmente acima dos 40€.

Vindima de 7 de Outubro 2003 - 29,50 €. Sinceramente, a este preço nunca vi (sempre acima dos 40 €). A Makro tem em Magnum (ao tal preço pouco simpático comparando com o PVP recomendado) e na prateleira estão lá as mesmas garrafas, desde que foram lá colocadas.

Madrigal - 18,50 €. Na “Feira dos Vinhos” da Makro até acho que estava ligeiramente abaixo (PVP 17,5 € ). Depois desta promoção e noutros pontos de venda, só vi acima dos 21/22 €

Vinha da Nora - 16 €. No Feira Nova encontra-se a 10 €???

Mais um vez louvo a frontalidade da sua intervenção e esclarecimentos.
_________________
Saudações enófilas

Nuno Gonçalves
Back to top
View user's profile Send private message
FBS



Joined: 01 Jun 2006
Posts: 10

PostPosted: Fri Jun 02, 2006 10:35 am    Post subject: Reply with quote

Caro Nuno,

Parece que estamos a dizer precisamente a mesma coisa...

Teoricamente, o nosso único cliente (no sentido estritamente comercial do termo) é o distribuidor. Ou seja, só tenho que me preocupar se o meu distribuidor levanta o produto o mais rapidamente possível e se paga a tempo e horas. No entanto, é evidente que, embora sem uma relação comercial directa, zelar pela imagem da empresa é fundamental quer a médio quer a longo prazo junto do resto da cadeia (pontos de venda e consumidor final). E essa é exactamente a nossa postura perante o mercado!

Quanto aos preços que indicou, já conhecia a maioria e repito que estou perfeitamente ciente das disparidades. Reafirmo, no entanto, que os PVPs que indiquei são, no que nos diz respeito (preço à porta da adega), possíveis de praticar. Mais, esses PVPs são oficiais/públicos e disponibilizados à imprensa regularmente. Pela nossa parte, batemo-nos diariamente pelo problema (o que não quer dizer que seja suficiente!), mas é um assunto complexo, que envolve muitos intervenientes, que obedece a critérios algo subjectivos como a raridade, oferta/procura, especulação, estratégia, ... Aliás, é problema generalizado deste sector!

De resto, julgo que todos compreenderão que não discutirei nesta sede mais pormenores da actividade comercial da QMdO ou do nosso distribuidor. Apenas asseguro que problemas existem em todas as áreas de negócio e em todos os "departamentos" dentro de cada negócio, sendo que o importante é a vontade em resolvê-los.
Back to top
View user's profile Send private message Visit poster's website
Display posts from previous:   
This forum is locked: you cannot post, reply to, or edit topics.   This topic is locked: you cannot edit posts or make replies.    Clube Optimus Vinhos Forum Index -> O Néctar All times are GMT
Goto page 1, 2, 3  Next
Page 1 of 3

 
Jump to:  
You cannot post new topics in this forum
You cannot reply to topics in this forum
You cannot edit your posts in this forum
You cannot delete your posts in this forum
You cannot vote in polls in this forum


Powered by phpBB © phpBB Group. Hosted by phpBB.BizHat.com

vShare YouTube Clone Script

Free Web Hosting | Free Forum Hosting | Photo Gallery | FreeMarriage.com

Powered by PhpBB.BizHat.com, setup your forum now!
For Support, visit Forums.BizHat.com